quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O QUE VOCÊ SABE ???

Hoje houve uma situação na empresa onde eu trabalho, que foi preocupante...
Nosso motorista, por estar fazendo entrega com a camiseta do Corinthians na área do Palestra Itália, foi encurralado por palmeirenses que queriam bater nele porque ele não quis tirar a camiseta, e ele teve que ser escoltado pela Polícia Militar pra conseguir sair de onde estava... Fora o fato de que ele ficou sabendo que esses caras mataram um corinthiano na semana passada...
Torcida organizada? Guerra? Tudo isso vai continuar enquanto existir vida no planeta, e enquanto os homens tiverem seu orgulho no comando... O ser tem inclinação pra violência, do contrário não acharia em ninguém motivos para a mesma... Mas, não é de coisa pequena a minha preocupação...
Meu irmão é homossexual, e corre o risco de apanhar na rua só porque faz o que quer com suas vontades, com seu corpo... Ele não está pegando de ninguém, não está matando ninguém, mas está manchando a imagem inquebrantável da " família brasileira "... Ops, vomitei!
Minha preocupação é que enquanto o ser humano se ocupar com baixeza, com vexame, com discussão em redes sociais, e colocar claro sua postura perante o que considera absurdo... Enquanto o ser humano se ocupar com tudo, tudo, tudo o que não deveria, O QUE DEVERIA passa despercebido... " E o que deveria, Michele? "
Não sei... Na verdade, SEI, mas, pra quê espalhar? Quem quer saber? Não importa de onde viemos, para onde vamos, qual é mesmo a nossa função na existência cósmica, em quê podemos colaborar ou o que devemos deixar de praticar... Nada disso importa mais do que a expectativa de uma bendita mensagem no " zap zap "... Eu comentei com um amigo do serviço que se aguém entrar nu no metrô, ninguém vê... Se entrar um dinossauro, uma cobra de 20m, enfim... Passa tranquilo... O ser humano conseguiu chegar ao auge da negligência!!!
Maaaaas, tudo o que eles querem é que vocês estejam sempre muito bem ocupados, para que não veja o óbvio, para que não questionem o que precisa ser questionado... " Eles quem Michele? "
O ser humano não olha mais pro céu, e se passar uma nave espacial que ocupe a extensão da Avenida Paulista, não vão nem perceber, achando que são nuvens cinzas de chuva... Quem se importa de apreciar a natureza? Quem se importa com a criança que brinca de esconde-esconde no colo da mãe? Quem se importa se hoje tem estrelas no céu, ou se a Lua cheia está fantástica esta noite?
Ahhhhh, havia me esquecido... Não existem naves espaciais, não é mesmo? Não existem extraterrestres, " Michele, você realmente não bate bem ", não é isso?
O engraçado, é que existe gente que mata por causa de camiseta, DE CAMISETA, e não existe ET's ? Existem crianças, bebês, que chegam estuprados nos hospitais por seus próprios pais, e não existe vida além dessa limitação monstruosa? Será mesmo? O que foi que você aprendeu ao longo da sua vida??? Alguma coisa? Qualquer coisa??? Que instrução lhe faltou? Ou qual das merdas que você aprendeu lhe sobrou?
Pára pra olhar a natureza, que é parte integral de sua pessoa... Na praia, senta, e observa o mar... Observa também as pessoas e sua natureza, suas atitudes... Olha o céu! Veja se ele está aquele azul que vai ficar mesmo lindo na foto, ou o clima não está colaborando no momento... É capaz de me dizer se sente calor ou frio, agora? É capaz de me dizer se sente dor ou prazer? Vazio ou solidão? Amor ou ódio? Consegue discernir o que sente, consegue descrever com detalhes tudo o que se passa em você, neste exato momento?
Será que só existe aquilo que você aprendeu? Será, que lá no fundo do mar, ou no terraço da sua casa, não há um baú de tesouros, com mapas para descobrir lugares que todos desconhecem?
Porquê tanta ladainha? À troco de quê?
Compensa se instruir primeiro para poder compartilhar... Não faça muita questão de compartilhar o tóxico, pois isso está facilmente no ar que respiramos...
Conselho de alguém que você pode considerar uma amiga: DEVORE LIVROS !!!
P.S , quem sabe assim você descobre quem são " eles "? Ou o quê andam escondendo...

Tonight.

Nenhum comentário:

Postar um comentário