sábado, 30 de maio de 2015

CUIDANDO DO MAIS IMPORTANTE!!!



Estou lendo o livro " Revelação - Da Luz E Das Sombras " - Luiz Gasparetto e Lucio Morigi, pela terceira vez!
Já recomendei ele no Blog há anos atrás, e nunca vou deixar de grifar que é o melhor livro de auto-ajuda que conheço, entre tantos que já li... Pára de pagar terapeuta, se você ainda precisa dele, é porque ele é uma porcaria! Tenta cuidar de você por conta própria, você é o sensor de suas necessidades, NINGUÉM tem que te dizer como agir, a não ser você mesmo!
Daí, acabei de passar por páginas que falam sobre a educação opressora que pelo menos, quem tem aí mais de seus trinta anos de vida também passou... A gente não obedecia nossa mãe por respeito, mas por medo mesmo, é disso que tô falando!
Se você teve essa educação maravilhosa (Foi boa sim pra algumas coisas, mas acabou comigo em outras...), leia o exercício que os autores recomendam, colocarei em outra cor!
Se funciona? Fiz em 2010, 2011, e vou fazer esse ano... Continuo amando minha mãe, mas hoje eu tenho respeito por ela, não medo... E ela também entendeu que eu sou um ser humano, não seu fantoche...
" As pessoas que tiveram dos pais um tratamento com os impulsos naturais educados, isto é, com Luz, cresceram mais livres, desembaraçadas, seguras e donas de si, e agora desfrutam de uma vida mais realizadora do que as que tiveram uma educação repressiva e não fizeram nada para revertê-la.
Procure perceber em qual área de sua vida você encontra alguma dificuldade - ausência de Luz - e volte à infância para verificar se houve nessa área alguma espécie de censura, de restrição por parte da família, da sociedade ou da religião. Procure saber que mentalidade negativa continua. Você vai se surpreender com a exatidão dessa relação.
A MÁ ORIENTAÇÃO DOS IMPULSOS BÁSICOS FAZ COM QUE AS PESSOAS CRESÇAM, MAS NÃO AMADUREÇAM
Uma maneira de amadurecer é voltar mentalmente à infância para que a criança, que ainda está aí, possa crescer livre das antigas crenças e atitudes. Isso se consegue desacreditando daquilo que contribuiu para que ocorresse a repressão do impulso vital. Com o tempo as velhas crenças vão se descristalizando e sendo substituídas por novas, que se fixarão no subconsciente,e a Sombra tratará de refletí-las na realidade. Para desacreditar ou desvalidar é só dizer diversas vezes, na crença, com convicção o oposto à sua atitude da época. Faça o exercício descrito a seguir.
Acomode-se num lugar tranquilo e confortável. Procure relaxar tanto o Corpo como a mente. Imagine-se voltando às cenas da infância e tente vivenciar as mesmas situações. Verifique quem é que tinha mais autoridade sobre você. Verifique também de quem você mais queria a atenção, o apoio, a consideração, a proteção. Procure lembrar, se possível, do vocabulário, da mensagem, do linguajar que essa pessoa utilizava quando se dirigia a você numa eventual censura ou intimidação. Visualize claramente essa figura dirigindo-se a você. É o pai? A mãe? São os avós? Imagine, então, você olhando nos olhos dessa pessoa e diga, conforme o caso, com convicção, na vibração da voz:
* NINGUÉM MANDA EM MIM
* EU NÃO PRECISO DO SEU APOIO
* EU NÃO QUERO SUA CONSIDERAÇÃO, EU DISPENSO SUA PROTEÇÃO, EU SOU O DONO DO MEU MUNDO
* EU VOU PARA ONDE EU QUISER, EU FAÇO O QUE GOSTO
* EU SOU CAPAZ DE FAZER AS COISAS
* É BONITO QUERER APARECER
* EU SOU RESPONSÁVEL PELA MINHA VIDA
* SÓ EU SEI O QUE É BOM PARA MIM
* O QUE VOCÊ PENSA DE MIM SÓ INTERESSA A VOCÊ
Use ou invente uma frase que se adapte melhor ao seu caso. Termine o exercício dizendo: estou em paz... estou em paz... estou em paz...
De nada adianta você praticar o exercício e continuar com as mesmas atitudes infantis, sendo submissa, manipuladora, boazinha, com medo de aparecer, mendigando a atenção, o apoio, a consideração dos outros, colocando os outros em primeiro lugar. Você precisa ser coerente com as novas crenças e atitudes de sua nova criança, que precisa crescer e amadurecer. "

Agora, faça já seu teste de libertação! Por mais que nossos tutores fizeram o que consideraram bom, as consequências de seu excesso de cuidado não foi bom, e hoje, no dia-a-dia, você sabe disso melhor do que eu... Me libertar da minha mãe opressora fez também com que eu enxergasse ela com mais paz, com mais harmonia... Tem gente que carrega os pais na mente pelo resto da vida, em qualquer atitude que vai tomar! Tá na hora, PASSOU, de você ser seu guia! BOA SORTE!

03 de Maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário