MEU PEDACINHO GELADO...


FAZ TANTO TEMPO QUE NÃO ME SINTO UMA PRINCESA DA DISNEY, ENCANTADA pelo príncipe, apaixonada por alguém...
Eu cheguei à conclusão de que não posso falar de amor com propriedade, eu nunca passei por isso...
Não sinto falta de um "mozão " - aliás, vivo muito bem sem, e já me bastam todas as outras coisas para esquentar a cabeça, mas, eu lembro que quando nos apaixonamos, parecemos encontrar algum sentido na vida... Parece despertar em nós algo adormecido, e como o beijo na Bela Adornecida, acordamos - ou nos sentimos num sonho!
Eu escrevia cartas de amor na adolescência, eu escrevia coisas tão doces, todas as vezes em que achei que era " o cara ", o sapo ou príncipe, enfim... Eu era muito mais apaixonada na época da escola, depois foi decepção uma em cima da outra, e isso vai apagando qualquer fogueira, como jatos de água jogados aos poucos, até que o carvão não dê mais sinal de vida, ou seque de vez...
Eu não duvido que um dia isso aconteça na minha vida, muita coisa do que já me aconteceu eu não esperava, e amor eu verdadeiramente não espero, primeiro porque não quero, segundo porque não me vejo vivendo um amor... Não é de namoro que eu falo, isso é mais fácil de imaginar, mas falo do amor, aquele em que eu o amo, e sei que ele me retorna o amor... Sei que ele pensa em mim, sei que passa noites em claro sentindo minha falta, ou sei que vê coisas por aí e lembra de mim...
É estranho falar sobre isso, HOJE, com tudo o que anda acontecendo na minha vida, com toda a falta de tempo que tenho pra isso...
É como se eu tivesse deixado meu coração num freezer, e estivesse vivendo todas as outras coisas, sem um coração vivo no peito! Não é frieza para o Amor, para a Bondade, para a Caridade, mas ... Mas... É como se isso fizesse parte de um passado que eu não quero mexer... Não sei se me convém mexer, e " em time que tá ganhando não se mexe "... Honestamente, meu espírito não sente falta de uma relação amorosa... Minha alma não grita por isso, como acontece com tanta gente AINDA, que bom...
Mas eu ainda gosto dos filmes românticos, eu ainda sorrio de alegria com as histórias, com os livros, com os primeiros encontros...
E as cartas de amor, será que existe ainda na Terra casais que trocam cartas?
Sei lá, na adolescência tudo é encantador, e quando chegamos da minha idade pra cima, vivemos com a amargura e certeza de que já passamos por todo encanto, e por toda decepção, e que nada mais de bom ou de ruim pode despertar em nós a moça do quarto cor de rosa que vai escrever no diário que está apaixonada por fulano...
INTIMIDADE - Não é de sexo que falo, não é de ficar nú, mas a intimidade da presença, como se só existissem os dois na Terra! A intimidade do papo que flui gostoso, QUE DÁ PRAZER FALAR E OUVIR, aquela atração que a gente tenta explicar mas não consegue entender... Aquele desejo de bater com a pessoa na próxima esquina... É um se entender tão extenso, tão verdadeiro, e tão bonito, que nutre nossa alma, enaltece nosso peito, parece nos fazer crescer!
De uma compreensão além do convencional, sem neuroses, sem fúria, sem ansiedade! Além do fato de não existir distância pra quem encontrou aquele em que pode trocar intimidade...
NOS DEVOLVE O SONHO DE SER FELIZ!!!
É minha gente, é bom demais né? É bom demais...

Comentários

PRA LER E RELER:

PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BOCAINA - SP (CUNHA, ESPECIFICAMENTE...)

CONTEMPLÁRIO - CUNHA, SP

A QUALIDADE DE VIDA QUE VOCÊ MERECE !

DEPRESSÃO: É PRECISO IR NA VERDADEIRA CAUSA!

PONTOS A CONSIDERAR !

" ALMA GÊMEA DE MINHALMA ", POR EMMANUEL

NO WIKIPÉDIA É DIA DO AMOR...

SOMOS ESTRELAS, APESAR DE VOCÊ NÃO ACREDITAR...