quarta-feira, 8 de março de 2017

MINUTO DE VIAJANTE EM : UMA TARDE PERNAMBUCANA...


A MINHA VIAGEM NEM BEM COMEÇOU E JÁ ESTOU ADORANDO! Estou aqui, no Aeroporto Internacional de Guararapes, Recife - PE, são 04:34hs, segunda, 09.01.2017, em SP são 05:34hs, horário de verão!




O voo foi relativamente tranquilo, assisti " Vai Que Cola " durante boa parte e era impossível segurar o riso! Pisei no aeroporto já adorando toda a cultura pernambucana exposta por toda parte, e já me senti bem e com ódio de estar sem grana para comprar e fazer muitas coisas...
Daí, fui dar um tapa nas unhas, e descobri que esqueci a acetona em casa, ou seja, vou passar três dias com as unhas borradas porque não vou gastar com acetona, tendo duas em casa - uma dela comprei em Palmas - TO.





Aí uma velha louca começou a desabafar sobre a vida espiritual dela, com toda a pomposidade peculiar ao Kardecista! Deixa ela vir com a farinha da vaidade mesquinha, eu também já comi o bolo dessa hipocrisia...
Graças à Jesus chegou o horário do voo da véia, e em seguida bati um bom papo om um paranaense super simpático, um doce de criatura, e esse, infelizmente, estava om o voo próximo! É surpreendente como existem pessoas - além de todas as formas - toos os jeitos, caráter, carisma! E é impressionante como em meia hora de conversa a pessoa se torna incrível pra gente!





Queria poder guardar numa gavetinha todas as pessoas que conheci em viagens... Não sei da vida delas e não sei se me interessa, mas naquele pequeno instante, elas se tornaram inesquecíveis pra mim, e as guardo pra sempre...
Estou aguardando o dia amanhecer, vejamos o que Olinda e Recife tem para mim...





Estou aqui, no aeroporto de João Pessoa, são 23:32 - 10.01.2017 e está uma bagunça de gente alegre...
Ainda no aeroporto de Recife, eu parei de escrever e fui dormir toda torta nas cadeiras, mas deu para enganar o sono do dia todo... O reflexo do Sol entrava por toda parte do teto do aeroporto, e ficar dormindo começou a perder a graça...





Saí de lá às 08:30hs da manhã, e com R$ 2.80 você paga o metrô que tem na estação aeroporto, e a integração - não é igual SP que a " integração " você paga meia ! Lá você paga R$ 2,80 para usar o metrô e usa o ônibus e vice-versa... Eu precisava ir para a rodoviária de Recife, garantir minha passagem de ônibus para cá!
Dentro do metrô: Você não vê o povo respirando por celular, ninguém fica secando o próprio celular, e é tão bonito isso que é impossível não reparar!




A área que o metrô compreende é toda favela... Tipo, não é igual SP que você vê favela e lugares melhores... É só favela, e ponto final! Também é impossível não reparar... Os vendedores ambulantes dentro do metrô são livres para vender o que quiser, e gritar como quiser... E como toda capital, Recife também tem sujeira, fedor, barulho, confusão trânsito!
Depois de comprar a passagem para João Pessoa, fui me situar para chegar em Olinda, antes de fazer meu check in no hostel, e isso já era quase 11hs da manhã...
Depois que você sai das fronteiras do metrô, você visualiza outra Recife: Bonita, de gente com grana, arrumada, ou seja, subúrbio e burguesia é separada sim, e se achar ruim eles jogam um oceano no meio par separar... O turista que pega taxi no aeroporto, conhece Recife do " contos de fadas ", e não a Recife dos fudidos!
Bom, toda viagem tem alguém para nos orientar o caminho, e quando cheguei em Olinda, quando desci no ponto de ônibus começou a chover, e enquanto isso eu perguntava para um senhor como eu fazia para chegar no centro histórico, e tanto ele como o cara que estava ao lado me aconselharam a não subir sozinha, que Olinda estava punk, e eu podia ser facilmente assaltada...
Ninguém tem o poder de me influenciar, mas eu balancei quando lembrei que passei uma tarde inteira na delegacia do Brás, por causa de trombadinha, e eu estava com bolsa, documento, dinheiro, passagens, câmera, celular, etc, etc... Olhei o caminho para subir pro centro velho e decidi não ir, decidi não passar nervoso, ainda mais em outro Estado, e estragar minha viagem!
Fui pro hostel bem chateada mesmo, queria mais ver Olinda do que Recife, mas, não foi dessa vez, deixa pra próxima...
Cheguei frustrada no hostel, mas me animei fácil quando vi o mar azul da janela o meu quarto, e antes de pisar no Marco Zero, fui cumprimentar meu anjo azul, não resisti, e fui de roupa e tudo!
Da avenida onde estava hospedada, peguei o ônibus pro centro antigo de Recife, que me recebeu com pingos de chuva...
De cara já fui fazer um passeio de barquinho, R$ 5,00 ida e volta, e tomamos um beeeeelo banho de chuva na volta!
Visitei o centro de artesanato de Recife, e eu que gosto nada dessas coisas, me apaixonei por tudo!
Dali fui curtir um pouco as ruas, e já estava seca quando voltei pro hostel...


TO BE CONTINUED...




Nenhum comentário:

Postar um comentário