quinta-feira, 2 de março de 2017

IMPOSSÍVEL NÃO SE REVOLTAR, EU NÃO SOU DE AÇO!


JÁ PERCEBERAM COMO AS FLORES CONTINUAM SENDO FLORES, continuam decorando paisagens, impressionando sensíveis, e nos fazendo sorrir, mesmo quando nos parece uma afronta? É como se elas fossem indiferentes ao nosso momento de pesadelo... E assim são os rios, o mar, o verde selvagem, a velocidade do vento, o peso das nuvens das tempestades...
Eu não sei dizer se são as decepções, as sucessões de decepções na vida, que deixa a gente meio " flutuando ", como se não tivéssemos destino, e não que saibamos ter, mas... Perdemos o teto e o chão de tal forma, que não confiamos mais em nada, não confiamos mais em ninguém, e passamos a ser uma folha seguindo o curso do tempo, da meteorologia, o daqui há pouco, do amanhã!
Decepção é uma coisa que dói, não há dúvida, mas nos deixa leve... Ela nos tira expectativas em torno de pessoas, de acontecimentos, do destino, da vida...
A gente chega num ponto onde não questionamos mais se vale à pena estar aqui, se vale à pena lutar pelo que se quer, se vale à pena gritar ou nos calar...
A decepção nos faz crescer, e nos tira a cor das coisas... MAS, não esperamos mais nada! Apenas vivemos... Talvez, não de uma forma que valha à pena, já que não nos " entregamos ", eu diria de uma forma mais lúcida, menos iludida, menos dramática!
Às vezes, a gente chega num ponto da vida, como eu estou agora, em quê felicidade é superar os acontecimentos ruins, ou seja, o desencadeador da tal felicidade não foi algo positivo, mas a superação do negativo... Daí, sua vida vira uma sucessão de superação dos momentos negativos, que claro, traz alegria, mas aquele negativo não precisaria existir... É como se a vida tivesse aquele monitor dos batimentos cardíacos conectado, e segue em linha absolutamente reta... Acontece algo ruim, o gráfico desce, a gente supera, o gráfico volta à reta, MAS NUNCA SOBE!!! Tradução: A felicidade virou superação do ruim, e não o bom pelo bom!
Eu jamais me vi assim, mas, eu cheguei num ponto em quê não sonho mais... Cada tapa que a vida me dá na cara é a realidade como ela é, quer eu aceite ou não! Antes, eu ainda chorasse porque o cara não me quis, antes, minha dor fosse a de não ser correspondida por um garoto em que estava apaixonada... Antes, o problema fosse algum homem, porque eu sei que passaria!
É só que... Hoje eu sei, que a qualquer momento, alguém que eu tenha uma gota de consideração vai me decepcionar... Você gosta da pessoa, e na matemática da burrice, acha que pode contar com ela, acha que ela sente o mesmo por você, afinal, demonstra né... Mas tudo era um jogo, tudo era cena, tudo era uma bela dramaturgia onde você se descobre o único enganado!
Não, eu não tenho medo do próximo engano... Tenho medo de chegar ao extremo de não acreditar em ninguém! De não poder ser eu em buraco algum! Confiar eu só confio em Jesus, mas acreditar que um ou outro tem sentimentos bons por mim, eu sou boba, e ainda acredito! E não que eu precise dessas pessoas, desses sentimentos para viver, mas também não preciso levar um tombo atrás do outro, onde a vida está tentando me provar a todo custo que ninguém presta, e eu opto por não acreditar na vida...
Mas... A menina que sonhava com o amor romântico na adolescência se perdeu dentro de mim! Minha vida exige tanta resistência aos tombos, que sonhar é um luxo que não disfruto há anos...
Minha mente e minhas ações giram em torno do sobreviver à uma guerra, constantemente atirando, e constantemente me defendendo... Não sei se isso vai acabar, nem ouso questionar!
Eu não sei qual é o meu destino, não sei se escreveram algum pra mim, e se essa função me pertence, não sei se posso escrever, não sei se me deram esse direito... Todos os meus planos são à curto prazo, quase o agora, quase não dá pra planejar, apenas improvisar, apenas " me virar " como dá, e se reclamar vai piorar!
Eu tô perdendo a noção se vale à pena chorar ou sorrir... E sei, que nada muda! Parece que alguns de nós aqui em baixo foram esquecidos... Não pelo que conquistou ou pelo que perdeu, mas é como se a vida não fizesse questão de provar que é boa, tipo... Quem te convenceu lá no começo de que era, e quem mandou você acreditar?
" A vida não é um mar de rosas ", antes fosse, pra mim seria perfeita... As flores são a melhor criação da Terra! Todo o resto do reino vive em guerra, menos elas...
Um dia eu vou embora pra minha casa, pro meu jardim, e vou olhar pra trás... Eu não conquistei nada nem ninguém, mas as flores nunca morreram em mim, e à elas eu vou voltar! Onde eu as plantei, elas só cresceram e esperam por mim, e toda vez que me emociono com elas aqui, é a saudade do jardim que deixei pra voltar à Terra!
É engraçado como a maioria das pessoas que procuram cartomantes e afins querem saber do futuro, eu só quero saber de TODO o meu passado! Eu devo ter feito muita gente infeliz, devo ter destruído muitos sonhos... Daí, desvendando o passado, sei que meu futuro é só desgosto, nada mais justo! Você lê isso e pode chamar de drama, mas quando escrevo coisas boas, não é dramaturgia, só nas ruins?! Essa daqui também sou eu, lamento as expectativas de perfeição criadas ao meu respeito, eu não consigo ser cega, nem pro bom, nem pro ruim!
Não quero concluir isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário