quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

MINUTO DE VIAJANTE EM: COSTÃO DE ITACOATIARA & TRILHA DO BANANAL, NITERÓI - RJ = A REVANCHE!!!


E DEPOIS DE PASSAR TRÊS DIAS NESSE LUGAR com chuva e frio, lá volta eu pra fazer um bate-volta e num dia compensar o que não consegui viver nos ditos cujos dias, que aqui vocês já viram...
Cheguei no bairro de Itacoatiara por voltas das 08hs, e pelas ruas já se via uma vizinhança pra lá e pra cá, num dia que prometia um sol ardido, logo, uma manhã que deveria ser aproveitada!






Cheguei na pousada Itacoatiara Inn Cama e Café pra deixar minhas coisas durante o dia todo, conforme solicitei à Roberta quando me hospedei, e já matando a saudade do pessoal que trabalha lá!
Era dia 29 de Dezembro de 2016, e a pousada estava cheia graças ao Reveillon...
Bom, eu já tinha comido alguma coisa no ônibus, e aproveitei para babar na praia, agora que podia ver a cor do mar... Conheci uma doida de lá que mora em Goiás, e que me falou da Chapada dos Veadeiros, e me mostrou fotos, e fiquei mais ansiosa pela chegada dessa viagem...





Para subir o Costão, você deixa seu nome, idade e documento anotado num caderno, tem um pessoal monitorando, e à medida em que vai subindo, vai encontrando outras pessoas e fazendo amizades, como eu fiz...
Parte fácil = a metade da trilha é como uma escada, e não considerei um grau difícil, pra quem é sedentário talvez seja um pouco mais complicado...
Parte difícil = a outra metade do subir é no próprio Costão - TEM QUE SER DE MANHÃ, PRA NÃO PEGAR A PEDRA PELANDO, POIS VOCÊ VAI TOCAR BASTANTE NELA COM AS PRÓPRIAS MÃOS!!! Você apoia o peso do seu corpo, e tenta ir sempre pelo canto da pedra, leva muuuuuuuita água, você vai chegar lá em cima só a cópia mal tirada de você, rsrs... E depois é só babar!!!





Eu olho as fotos e eu mesma não acredito que fiquei olhando aquele paraíso... A gente viaja ali em cima, e deu pra ouvir o latido de um cachorro daquela altura - especulam entre 200 e 300 metros!!!
Não consegui que aparecessem nas fotos, mas dava pra ver o gigante dormindo, o Pão de Açúcar, o Cristo, enfim, o Rio " continua lindo "...
A pedra que tem encostada no Costão é a Pedra do Elefante, muita gente faz trilha lá, ouvi que são hooooras de trilha, que não é sinalizada, mas deve ser foda a visão de lá!



A gente até queria ficar mais um pouco lá, mas depois das 10:30hs a pedra começa a esquentar de verdadinha, e aí, na hora de descer, usa-se muito as mãos para apoiar o corpo, então se a pedra estiver fritando, vai ser punk descer ali...
Fomos descer com o cú na mão, mas rsrs, não tinha outra alternativa... Conseguimos devagar, descendo pelo cantinho, sempre apoiando o corpo, e fodendo as mãos! E tinha gente subindo aquela hora!!!


Chegamos na placa onde indica a trilha do Bananal, e bóra lá, ver o que tinha depois dela, que diferente do Costão, você só desce, e a trilha é só mato e terra...
Essa trilha nos leva à nada menos que o lado esquerdo do Costão, já que o direito é a Praia de Itacoatiara! Pedra pra todo lado, nada de areia, e quem quisesse mergulhar tinha que pular das pedras, eu apenas observo, já que AINDA não sei nadar...
E depois de babar naquele cantinho quase escondido, tínhamos que voltar, e voltar significa subir, e subir pra quem já estava morta do Costão...
Sede, sede, sede... E eu precisava voltar à pousada para beber água, trocar de roupa e ir pra praia...


24 de Janeiro de 2017, estou em casa, são 03:55hs...

Nenhum comentário:

Postar um comentário