sábado, 8 de outubro de 2016

PEDRA DO SAL, PARNAÍBA - PI... O MELHOR PÔR DO SOL DO MEU PAÍS!!!


Com toda correria que fiz pra chegar na mais bela praia do Piauí - Coqueiro, eu acabei ficando nela entre duas e três horas... Ahhh, se eu tivesse chego duas horas mais cedo, ainda que fiz um esquema em que tudo foi rápido, mas, o buzão mais cedo de Teresina era 6:00hs... 
Demorou pra vã sair da pracinha onde fica a concentração delas para voltar ao centro de Parnaíba, e eu com medo de alguém me sequestrar, me levar pro meio do mato - gente, eu sou de São Paulo, " correria " 24hs por dia! Se você nunca pisou aqui, ainda não perdeu nada, rsrs... É a minha cidade, mas não fujo à realidade, isso aqui é um inferno que só quem é capeta sobrevive, tipo eu!



A vã saiu próximo às 16hs, e eu com medo de não dar tempo de ver o Sol se pôr na Pedra do Sal - isso porque eu achava que a praia era ali do lado, tipo andando, do centro de Parnaíba... A porra da vã volta pela orla da Praia do Atalaia, a primeira de Luís Correia, a maior, e a que bomba de gente querendo " azarar " ax gatinhax, e ficavam insistindo pro povo entrar na vã, e paravam e esperavam o povo sair lá dos EUA, atravessar o oceano, e chegar no Piauí pra entrar na vã, e eu em cólicas de ódio, porque a hora estava passando...
Quando a vã chegou no tal de " mirante " - é uma praça gente, com uma banquinha escrita " mirante ", tem nada a ver com visualizar um belo horizonte - eu desci vasada e fui pegar um mototaxi pra Pedra do Sal... O cara chutou uns 25Km, mas topou!




Gente, rsrs... 100KM por hora, em estrada de terra, mato de um lado, mato do outro, e eu com medo do cara me levar pro meio do mato, e medo do Sol se pôr e eu perder - DOENTE!!! Quando chegamos na praia minhas pernas tremiam, não sei se pela velocidade ou pelo medo... Ainda não era 17hs, deu tempo de ver, conforme fotos anexo...
Pensei que o cara ia me cobrar R$ 50,00, e ainda assim era justo, o cara correu de verdadinha - " A senhora disse que queria ver o sol se pôr ", rsrs, que bonitinho, uns 15 anos mais velho que eu, mas um mocinho do Bem! Me cobrou R$ 35,00...



Um pequenino e inútil detalhe: Pra voltar pro centro de Parnaíba, SÓ TINHA UM ÔNIBUS que passava de duas em duas horas, e que saiu da praia enquanto eu estava nas pedras tirando fotos... Olhei pro buzão partindo, e pensei: FUDEU! Porquê? Minha passagem pra São Luís - MA já estava comprada, para às 20:30hs, e se o ônibus de " dali duas horas " não fosse pontual???



Eu mal pisei na praia, fiz amizade com uma senhora muito simpática, que mora no interior de SP, não lembro onde, mas tem a família toda no Piauí, e ela tirou várias fotos minhas ali na areia... Conversamos um pouco, eu fui para as pedras, e ela foi pra mesa com os familiares...
A ventania àquela hora da tarde era obscena... Eu tentei abrir a canga pra tirar uma foto dela inteira, é linga, mas foi impossível. A câmera, com 500gr com as pilhas, andava em cima da pedra, de tanto que ventava...



E eu tentei curtir ao máximo os poucos minutos que faltavam pro Astro Rei se exibir à nós, meros mortais, e me mostrar o melhor pôr do Sol do meu país! O nascer do Sol mais perfeito que presenciei até hoje foi no Rio, chegando em Cabo Frio, aquela bola de fogo deixando tudo completamente laranja e rosa, e o Sol indo embora foi em Parnaíba... ESPETÁCULO!!! Várias pessoas se unem entre as pedras para assistir ao show, mas eu assisti da areia, enquanto a senhora que conheci me ofereceu carona com as sobrinhas, até Parnaíba, rsrs... Elas diziam que eu era doida, de ter chego ali de mototaxi, sem hora pra voltar, rsrs...



Pra mim, todos os detalhes são peças importantes do todo... Por exemplo, os barcos dos pescadores, aparentemente abandonados por seus donos, faziam o charme daquela praia... Redes, cordas...
Pelo vento, você pensa que estava frio essa hora, NOOO, eu estava com calor com essa blusinha linda... NÃO SEI COMO O BATOM DUROU NA BOCA COM TANTA PATIFARIA!
Depois de assistir o Sol e o Mar fazendo graça pra nós, eu e a senhora simpática e suas sobrinhas fomos pra Parnaíba, e a doida da sobrinha dela me deixou no shopping top de lá, pra eu comer no Subway...



Estômago cheio, lá vai eu pegar outro mototáxi pra rodoviária, um rapaz muito simpático, me comunicando sobre a prática do surf naquela região... Interessante...
Daí, fui carregar o celular, e comprar cartão telefônico pra avisar à dona Rosa que o avião não caiu e que eu estava viva, e que amei o Piauí!
Tinha uma lojinha de artesanato encostada no banheiro que paguei R$ 3,00 pro banho - Teresina foi gratuito! Nele, além de deixar meus pertences com a dona muuuuito simpática, comprei um colar artesanal lindo pra mim, que vou usar nas próximas correrias, e um cacho de Caju - TERRA DO CAJU - pra minha mãe!



Depois do banho, faltavam poucos minutos para o buzão chegar e nos levar, e essa hora sim estava ventando para uma blusinha de manga comprida...
É incomparável a energia de cada estado do nosso país... Começa pela energia da região... Seu povo, sua cultura, seu carisma, seu foco... A cada novo estado que piso vou me adaptando à um  Brasil perfeito pra mim... À cada novo estado, mais eu verdadeiramente amo o meu país!
As praias do Piauí são encantadoras... Você olha, e parece um sonho...



E eu me senti tão bem nesse lugar, tão eu, tão viva!





Saí de lá vivendo um sonho... Cansada, dormindo, e satisfeita com o que proporcionei à mim mesma... Em tão poucas horas, com tanta correria, como eu me fiz feliz... Pode parecer pouco, pode não ser lá um grande motivo, mas minha alma exige pouco de mim... Calma, paz, eu em mim, conexão perfeita! É isso o que encontro quando estou com a Natureza : à`MIM! A minha verdade é que eu sou do chão, não nasci pra calçados... Eu sou do vento, não nasci pra andar com roupas... Eu sou da água, eu sou do mar, que sempre me devolve à mim! Eu sou da beleza de nosso país, é isso o que enaltece meu espírito, é isso o que enriquece meu dia a dia, senão o viver, mas o esperar, e sempre esperar pelo bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário