sexta-feira, 21 de outubro de 2016

PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS MARANHENSES - MA, PARTE III




Rs, foi muito engraçado, quando eu desci do carro e olhei aquele monte de areia na minha frente... " Gente, já estou realizada, não preciso nem pisar lá! ", e estava sendo sincera... É algo tão grandioso, tão magnânimo, tão além do nosso entendimento...
O guia nos instruiu a irmos descalços pois venta muito e não dá tempo dos mesmos grãos de areia ficarem quentes e nos queimarem... Vírgula!







Assim que começamos a peregrinação entre as dunas, o vento já deixou bem claro à todos que quem mandava ali era ele... O chapéu de uma das loucas do nosso carro rasgou!O meu não parava na cabeça, a canga com dois nós soltava, e não sei quantas dezenas de vezes precisei prender os cabelos... A câmera , pra vocês terem uma idéia, relativamente pesada, se eu não segurasse firme para as fotos, o vento derrubava!
Entramos na primeira lagoa que eu não sei o nome, e deu pra dar uma refrescada no calor! As dunas são tão íngremes, que pra gente descer na primeira, todo mundo ficou com o cú na mão, e esquecemos que os pés afundariam nas areias... Mas, é só dar o primeiro passo, sentir os pés pelando, e descer correndo! Isso porque o caminho de descer de todas as dunas não batia vento, então a areia ali parada esquentava...






Depois de um banho refrescante e uma zueira sem fim, continuamos nossa peregrinação, com um horizonte que parecia  " o fantástico mundo do marshmallow "...
A cada duna que subíamos, desenrolava uma paisagem diferente... Notem que há bastante vegetação pelo parque, sem contar que andamos cerca de 2% do total do tamanho deste lugar!
O maranhense que me levou de volta pra São Luís disse que tem gente que faz trilhas/caminhadas por lá, e gasta em torno de uma semana pra andar em tudo!





Lembrando que pra subir e descer aquelas areias fofas, você precisa ao menos de um razoável preparo físico! Eu saí dali destruída!!! Se andar na areia de uma praia cansa as pernas, imagine subir, descer, subir, descer...
Logo depois que passamos pela primeira lagoa, andamos por vários chãos úmidos daquelas que foram lagoas no verão! Quando é outono/inverno no Brasil, por mais que lá continue um calor do caralho, não chove, e aí as lagoas vão secando...






De qualquer forma, eu achei as paisagens bárbaras, e tirei foto de tudo!
Daí, na segunda lagoa, a água já estava mais profunda, e na terceira dava pra nadar! Isto é, quanto mais se caminha, mais descobrimos lagoas maravilhosas repletas de água...
Nós parecíamos crianças, teve gente rolando nas dunas, eu rolei no chão mesmo, fiquei com o maiô cheio de areia! Tinham dois casais de idosos no nosso grupo, e estavam num pique surpreendente, a gente riu muito com eles...
A hora de voltar é triste, mas como todo mundo queria ver o Sol se pondo, todo mundo correu!






TO BE CONTINUED...

Nenhum comentário:

Postar um comentário