sexta-feira, 1 de abril de 2016

NÃO ERA UMA ESTRELA PARADA, ERA UM COMETA EM MOVIMENTO...


EU ANDO COM MEDO DE TUDO... Não de forma assim, móooorbida, mas isso está me assustando!
Eu tô com medo de ir pro olho da rua no serviço, eu tô com medo de ser despejada da casa onde moro, tô com medo de atender o telefone quando minha mãe me liga, tô com medo de morrer essa semana e deixar meu quarto bagunçado, tô com medo de ser assaltada... Esses são os que eu me lembro agora...
Eu tenho uma amiga que disse que depois da situação difícil que passou na família, ela ficou com " Síndrome do Pânico " por seis meses... Não é difícil acontecer isso comigo, eu acabei de passar por uma grande perda, pelo trauma da minha vida, e levar a vida " normalmente " não é assim uma tarefa que flui, entende... Como o trânsito, cê tá dirigindo numa boa, e ali na frente tem um acidente, ou um buraco na estrada, ou chove e você diminui a velocidade... Sua vida de fato continua, você de fato continua a sorrir, comer, dormir numa boa, bater papo, pensar em sexo, dar dengo pro bichano, mas são momentos... Momentos em quê uma grande ficha cai láaaaa de Plutão, e você sabe, que aquele PEDAÇO da sua vida nunca mais será o mesmo!
Hoje exatamente faz três meses que falei com ele pela última vez...
Diria que eu aceitei a partida, na condição de ser humano num estado deplorável em que ele se encontrava, meu lado humano entende que era necessário que ele se desligasse deste tormento... Talvez ele não tivesse sentido o tormento enquanto estava no hospital, mas antes, se ver doente e sem perspectivas de voltar a sorrir e badalar por aí acabou com ele! Ele precisava se desligar dessa energia densa que só o afundava, ELE PRECISAVA SER LIVRE!
Aceitar é uma coisa, olhar as fotos dele e ACREDITAR é que é foda!
Se eu olho as fotos dele BEM, eu mesma não acredito que passei as festas de fim de ano numa UTI por causa dele... Não acredito na minha presença nessa situação, quanto mais a lembrança do caixão recebendo as flores e terra ao mesmo tempo, parece um pesadelo!
A gente nasce sabendo que vai morrer, que veio nessa vida porque morreu na última, e sabemos que nossos amores também vão passar por esse processo, mas saber e assimilar QUANDO ACONTECE é que é a grande chave! Inexoravelmente TODOS vão morrer, mas quando acontece, tentamos voltar no tempo e tentar descobrir qual foi a NOSSA falha na porra toda... Não Michele, não há nada que você tivesse feito que teria mudado o fato de que ele DECIDIU partir... E pela primeira vez, meu irmão pensou só nele!
Não adianta eu querer, em três meses, estar absolutamente 101% recuperada dessa ferida, é arrogância demais, não sou tão imbatível assim, e talvez demore mais do que eu imagine, ou que nunca mais eu volte aos 101%!!!
Hoje, por exemplo, estou escrevendo isso numa boa, até consegui HOJE assistir meu DVD do Justin, que é a cara dele...
Mas, tem dias que só de pensar em pequenas coisas...
Estava lembrando de nós dois no quarto de isolamento da UTI, de mãos dadas, com carinho, em silêncio... Eu em pé, com fome e dor na coluna, e ele cansado de tentar falar com gestos, pois estava entubado...
Era a pessoa que eu mais gostava de conversar no mundo! Tudo o quê falávamos era grego para pessoas " normais "... Eu podia falar sobre tudo o que eu pensava e deduzia na espiritualidade, na realidade da vida, e ele não só entendia como compartilhava comigo suas experiências com o Cosmos! A gente ficava hooooras no telefone falando de assuntos profundos e que nos alimentava o peito, e quando era pessoalmente, amanhecia o dia na casa da nossa mãe falando sobre isso...
Já era difícil explorar esses assuntos tendo UMA ÚNICA opção no mundo, uma opção bem ocupada em sua vidinha, diga-se de passagem... Imaginem agora, sem ninguém que tenha essa sintonia... (Agora posso colocar tudo no Blog, certo?!)
É difícil ser estranho no meio de gente normal... É torturoso, eu diria...
Daí cê tem que dar uma de que também é normal, até pra não ser desrespeitado em sua individualidade!
Eu sei que quando for minha vez eu vou ver ele, nós somos do mesmo grupo espiritual! Fico até ansiosa por esse dia, se parar pra pensar, mas aqui ta´muito bom, com toda a merda do mundo, aqui tá ótimo ainda!
Eu vou me recuperar disso, mas por enquanto é isso!


Tonight. - 31/03/2016


Nenhum comentário:

Postar um comentário