terça-feira, 26 de abril de 2016

AINDA É BEM DIFÍCIL PRA MIM ACREDITAR...


FOTO TIRADA POR MIM, NO MUSEU DO IPIRANGA, COM A CANON PROFISSIONAL DELE, ENTRE ALGUMAS QUE ELE TEVE...

Mas é estranho... Eu gosto de fuçar no que sinto, e é como se fosse INADEQUADO ele continuar vivendo... Esse menino da foto é só uma boa lembrança, de uma tarde que vivemos juntos, que rimos juntos, que comemos juntos, e falamos tantas besteiras e coisas sérias...
Minha consciência sabe que ele não está mais aqui, eu sei que ele não podia continuar no estado em que estava, mas, MAS, olhar suas fotos e assimilar com velório, caixão, enterro é para os fortes!
Não vejo a hora de poder abraçá-lo de novo... Eu sei que vou vê-lo, assim como nosso pai, eu quero isso! Tem dias que é normal... Mas tem dias que apeeeeerta...

Ele me chamava de " Kethlyn ", tradução = toda chata, toda certinha, toda cor-de-rosa, " tudo dentro do seu ok ", rsrs... Quase uma " Paty ", ele dizia...


Tonight.

Nenhum comentário:

Postar um comentário