domingo, 28 de junho de 2015

" UM CONTO DO DESTINO " - MARK HELPRIN


Poderia o Amor ultrapassar as fronteiras do tempo?
Poderia sua força ser tamanha, que conseguisse enganar o tempo???
Comecei a ler este livro em abril e terminei agora, o que é um crime contra o tempo que consigo ler um livro, mesmo tendo mais de 700 folhas...
O livro conta a história de Beverly Penn and Peter Lake... Ele ladrão, entra em sua mansão para assaltar e a encontra caída sobre o piano, vestindo uma toalha pois acabou de sair do banho, doente, com tuberculose e pouco tempo de vida... Ela pede para que ele faça amor com ela, pois é virgem e tem pouco tempo para conhecer o esse lado da vida, e ele JÁ APAIXONADO, faz o que ela manda, rsrs...
Contei isso porque é bem o comecinho mesmo... O autor tem uma narrativa riquíssima, cheia de detalhes interessantes, e só reencontramos o casal depois das 700 páginas mesmo...
Mark sugere que elaboremos por conta própria, como Peter Lake conseguiu sobreviver à morte...
Nesse ponto, gostaria de assistir ao filme que acredito, tenha sido diferente do livros em algums coisas, e talvez por isso melhor!
A questão é que não ficou clara a intenção do livro...
O romance dos dois?
Peter a o Grande Cavalo Branco???
O The Sun???
A família Marratta???
Enfim, fiquei com várias perguntas no ar, e me despertou a vontade de ver o filme! Tipo, que final o diretor deu à essa história, já que o autor nos dá essa liberdade?!
O livro é bom, sim, é uma visão masculina e militar sobre romances... Mas eu confesso que esperava mais!
Minha opinião sobre a sobrevivência do Amor é a seguinte: Não sei se um ser humano consegue enganar a morte, como Peter Lake e Dracula, no filme de Francis Ford Coppola... Digo " não sei " porque, acreditem, TUDO é possível! "Michele, é possível viver 400 anos sem envelhecer? ", rs, depois de tudo o que li e andei estudando, é possível sim! Quando você enfia na cabeça que tudo é possível, tudo tipo TUDO, sua mente se abre para aprender qualquer coisa... Porquê? Porque você não coloca limites, barreiras... Você se joga na experiência de estudar, e acaba aprendendo!
Eu vim de um passado sujo, eu aprontei com pessoas, eu machuquei expectativas, e o Amor me curou!
Por mais que apareçam " tentações " na minha vida, eu sei que nada vale mais do que o verdadeiro Amor, porque ele está aqui no meu peito, desde o despertar, lá trás, quando comecei a me arrepender de meus enganos, de minhas escolhas...
O Verdadeiro Amor é o único remédio para a integridade humana, pelo menos, enquanto nosso planeta ainda for atrasado como é...
E pra mim, não é perder tempo deixar de ficar com todo mundo porque eu estou esperando por " ele " ! Eu não estou esperando um príncipe encantando, mas alguém real, alguém que fez eu ser a mulher que sou hoje, alguém que vale à pena eu me entregar de corpo inteiro! Desde que eu nasci eu sabia que já o amava... Não sei onde ele está, não sei quem ele é, não sei nem se ele está aqui na Terra, mas eu sei no meu peito que ele existe, e que espera por mim!
Não é que ele seja melhor que os outros homens, é que meu coração é dele! Se eu senti vontade de virar gente, de ser melhor como pessoa, de buscar valores da alma, de crescer e amadurecer, foi porque ele cruzou o meu caminho e me mostrou que o que eu estava fazendo  era acabando comigo!
Talvez eu não o encontre nesta vida, talvez, graças à tudo o que aprontei no passado, eu demore milênios para reencontrá-lo, mas meu coração quer ele, e assim vai ser...


Tonight.

Nenhum comentário:

Postar um comentário